Informações:

(43) 9922-6514

Quase dois meses para a edição 2018 das 500 Milhas de Londrina

A 27ª edição de uma das mais tradicionais provas de longa duração do automobilismo brasileiro está chegando.A 27ª edição de uma das mais tradicionais provas de longa duração do automobilismo brasileiro está chegando.

Restando pouco mais de dois meses para a 27ª edição das 500 Milhas de Londrina os preparativos estão a todo o vapor, seja da organização do evento – um dos mais tradicionais do automobilismo nacional – e de equipes e pilotos que se preparam para o evento que ocorrerá esse ano nos dias 22, 23 e 24 de novembro.

A dupla vencedora da edição do ano passado, Jair e Duda Bana estarão presentes a bordo do protótipo Predador n° 35 defendendo o título e o recorde de maior vencedor da prova, pertencente à Jair Bana que já levantou o troféu por quatro vezes (1995/2001/2010/2017) na categoria principal.

Outra família unida dentro e fora das pistas, além de recordista em vitórias na categoria também confirmou presença: os Pardo, que sempre a bordo do protótipo Aldee n° 40 já assinaram 7 conquistas com Admir Pardo (pai) e seu filho Diego. No último ano o outro filho, André formou o trio familiar para garantir mais uma vitória para o clã.

Confira como foi a edição 2017 das 500 Milhas de Londrina:

Emoção: essa é a palavra que pode definir a edição 2017 das 500 Milhas de Londrina. Mais rápido durante todo o evento, o protótipo Predador n° 35 dos pilotos Jair e Duda Bana não teve vida fácil durante a prova, caindo para o fundo do grid depois de um problema mecânico ainda na primeira metade da corrida.

Largando na pole position, Duda viu a Ferrari n° 23 da equipe Greco Competições parar nos boxes depois de 14 voltas graças a um problema no escapamento do carro, tirando a chance dos pilotos Fabio Greco, Renato Catalini e Guilherme Salas lutar pela vitória. A Ferrari ainda conseguiu voltar à pista mas com muitas voltas de desvantagem, mesmo assim ficando com a melhor volta da prova.

Abrindo vantagem em relação aos demais pilotos na liderança, a família Bana viu uma forte chuva atingir o Autódromo de Londrina na 56ª volta obrigando os pilotos a pararem para instalar pneus de chuva em seus carros. A chuva diminuiu, mas até o final a pista permaneceu molhada, com poucos momentos onde alguns tentaram instalar novamente pneus de pista seca – sem sucesso.

Na volta n° 126 com problema no amortecedor o protótipo Predador foi obrigado a parar no box para manutenção, perdendo a liderança para a dupla Sergio Pistili e Valter Pinheiro com um protótipo Spyder da equipe paulista AT Autosport. Os paranaenses retornaram à pista na 3ª colocação, 6 voltas atrás dos novos líderes para começarem uma prova de recuperação.

Rápido e constante, Duda e Jair enfrentaram novos problemas de pneu furado, mas seguiram com uma estratégia firme retornando à liderança na volta n° 210 até a bandeira quadriculada. Desde 2011 o protótipo Predador não terminava uma 500 Milhas de Londrina.

Com essa vitória, Jair Bana sagra-se o maior vencedor da prova, com quatro triunfos na geral (1995/2001/2010/2017) – três delas ao lado do filho, Duda Bana. “Não foi fácil, tivemos vários problemas durante toda a prova, como o amortecedor e depois um pneu furado, além da chuva, mas fizemos uma boa corrida e o resultado foi muito bom”, comentou Jair. Perguntado sobre se em algum momento a chuva ou o safety car colocou a vitória em xeque, Duda respondeu: “Usamos a estratégia para superar esses problemas, e com chuva e a visibilidade na parte noturna, além dos concorrentes que estavam muito rápidos tomou nossa atenção, mas no final a vitória veio”, finalizou.

Emocionado, Jair ainda comentou sobre ter se tornado o maior vencedor na geral da prova: “É uma emoção ainda maior, estou muito feliz”, encerrou ao descer do pódio para receber pela quarta vez o troféu permanete das 500 Milhas de Londrina como vencedor na geral.

A segunda colocação na prova ficou com Pistili e Pinheiro, também vencedores na categoria III, seguidos pelo Cobalt V8 de Ney Faustini, Ney de Sá Faustini e Edras Soares. Quarto colocado na geral o mineiro Mallaco Maam foi o grande vencedor na categoria II.

Governador do estado do Paraná, Beto Richa participou mais uma vez da tradicional prova vencendo na categoria IV com a Maserati n° 9 ao lado de Caco Almeida, Eduar Merhy Neto e Marcelo Karam. Na categoria V mais uma vitória da família Pardo (a 7ª vitória na categoria, sempre com o mesmo carro) – com Admir, André e Diego Pardo ao volante do Aldee n° 40. Admir e Diego também tornam-se os maiores vencedores da prova com vitórias em categorias, com 7 triunfos.

Algacir Sermann e Roberto Tassi foram os vencedores na categoria VI com o VW Gol n° 30, enquanto o simpático Speed n° 12 de Cesar Ferro e Marcelo Rampazzo conquistou a melhor posição na categoria VII.

A prova de 2017 contou com transmissão ao vivo transmitida pelo Facebook das 500 Milhas de Londrina e com exclusividade pelo site Racing Online (www.racingonline.com.br) contando com mais de 8 mil visualizações.

Confira o resultado final da 26ª edição das 500 Milhas de Londrina:

1) 35-Jair/Duda Bana (I), com 263 voltas em 6h36min55s381
2) 151-S.Pistili/V.Pinheiro (III), à 2 voltas
3) 25-E.Soares/Ney R/Ney Sa Faustini (I), à 9 voltas
4) 128-M.Maam/C.Antunes (III / II), à 20 voltas
5) 79-R.Furquim/B.Borghesi/V. Penques (III / I), à 20 voltas
6) 226-M.Marcondes/L.Borghesi/C. Ramos (III / I), à 22 voltas
7) 9-C.Alberto/E.Neto/C.Almeida/M. Karam (IV / I), à 23 voltas
8) 38-Bley Jr/A.Moreira (III / II), à 23 voltas
9) 30-A.Sermann/R.Tassi (VI), à 32 voltas
10) 66-S.Martinez/Luc Monteiro/J. Tinoco (III), à 39 voltas
11) 72-C.Alejandro/J.Vilela (III), à 40 voltas
12) 23-R.Cattalini/F.Greco/G.Salas (I), à 49 voltas
13) 3-L.Crestani/C.Ricci/B.Borghesi (II), à 61 voltas
14) 10-L.Abbade/R.Dal Pont (III / II), à 67 voltas
15) 78-P.Ferter/L.Yoshi (III), à 90 voltas
16) 27-V.Weiss/T.Espolador (VI), à 96 voltas
17) 146-R.Perez/J.Cordova (I), à 114 voltas
18) 12-C.Ferro/M.Rampazzo (VII), à 123 voltas
19) 40-Diego/Andre/Admir Pardo (V), à 143 voltas
20) 107-J.Weiller/J.Ademir (V / IV), à 147 voltas
21) 73-Leandro/Gabriela Totti/M. Tumiate (II), à 170 voltas
22) 45-C.Ricci/P.Totaro/M.Marcondes (D/A), à 188 voltas
23) 33-R.Bau/A.Morais (V), à 236 voltas

Melhor volta: R.Cattalini/F.Greco/G.Salas (23), 1:13.903 na 49ª volta